Inscreva-se !

Coloque seu e-mail aqui!:

Entregue por:FeedBurner/Cidadão Araçatuba

28 de nov de 2010

VENDO SIM!!!



Comércio aquecido, pessoal passeando no calçadão, muitas compras é ... estamos chegando ao final de ano. 

Ficamos emotivos, pensamos na vida, nos empanturramos de comida, compramos e damos presentes, pensamos na nossa religiosidade e por fim, não exatamente nessa ordem, lembramo-nos dos que já se foram.

É interessante porque a medida que envelhecemos, começamos a analisar o meio em que vivemos lembro-me dos meus 15 anos, onde ficávamos de olho nas meninas que de um dia para o outro saiam de seus casulos e transformavam-se em lindas princesas.

Depois começávamos a reparar nos amigos que pouco a pouco ficavam carecas, pois estavam inscritos para fazer o tiro de guerra, naqueles que cortavam a “juba” (que era como denominávamos os cabeludos!!), depois da fase "rebelde sem causa", naqueles que casavam, depois naqueles que tinham filhos, e finalmente começamos a prestar atenção naqueles que foram desta para uma melhor ??

Chicó lamenta a morte de João Grilo (Filme o Auto da Compadecida-Globo Filmes-2000. Após exclamações de tristeza, afirma:

- "Cumpriu sua sentença. Encontrou-se com o único mal irremediável, aquilo que é a marca do nosso estranho destino sobre a terra, aquele fato sem explicação que iguala tudo o que é vivo num só rebanho de condenados, porque tudo o que é vivo, morre."

O fato é que a existência humana é assim, uma caminhada rumo ao desconhecido,é procurar no escuro o que não sabemos bem o que é.

Acho que o fato de fazermos em algum tempo da nossa vida essa simples análise, denota que estamos mais maduros e portanto mais próximos o único mal irremediável

Envelhecer é um processo! 

Um processo degenerativo diria, onde a pele perde o vigor, os músculos enfraquecem-se e  a memória fica ruim, sua filha de quinze anos começa a ser "observada com mais atenção" por aquele filho do seu vizinho que até ontem brincava de bola na rua. 

Quando estamos prontos para o mundo? Nascemos apenas para aprender, aprendemos a medida que vivemos, logo o aprendizado é contínuo e quando achamos que acumulamos algum conhecimento, pronto... nossa vida simplesmente termina.

Essa seria a razão da vida? A morte? Não, acredito que não! A razão da vida, da existência é realmente aquilo que podemos entender como alicerce que fica sedimentado na vida daqueles que nos amam e que depois da nossa "ida", ficam mais um tempo nessa terra, nesse planeta.

Os pais tem a obrigação de deixar aos filhos essa base, esse alicerce. Hoje mesmo no calçadão de Araçatuba diante da multidão de pessoas desconhecidas, que despretensiosamente caminhavam, tive esse "inside", e pensei, vou fazer um post cabeça!

Mas caro leitor, ás vezes não temos a impressão de que nosso tempo nesta terra é extremamente curto?

O fato é que o calçadão continuará lotado, as pessoas continuarão a ficar emotivas em datas próximas ao fim-de-ano, e nós continuaremos a olhar para trás com saudosismo, paciência e com uma tremenda impressão de que algo ainda não está pronto, que algo poderia ter sido  melhorado, e de que a nossa missão não terminou até um dia que ...

Por isso digo sem medo de errar, vendo, mas vendo mesmo! Por enquanto né!



Link do vídeo: http://www.youtube.com/watch?v=xZpMOcA_TX4 consultado em: 27/11/2010-20:24.



É "de esquerda" ser a favor do aborto e contra a pena de morte, enquanto direitistas defendem o direito do feto à vida, porque é sagrada, e o direito do Estado de matá-lo se ele der errado.  Luis Fernando Veríssimo

0 comentários:

Postar um comentário

Comente, discuta, reflita, sua opinião é muito importante!.

Blogueiros unidos participam e divulgam!

Blogueiros do Brasil
Cia dos Blogueiros

Clique, conheça nossa história.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seguidores diHITT

Seguidores

Leve o Cidadão com você!


Total de visualizações desta página.

Plágio é crime! Quer copiar? Não custa nada pedir, obrigado!

IBSN: Internet Blog Serial Number 21-08-1966-11