Inscreva-se !

Coloque seu e-mail aqui!:

Entregue por:FeedBurner/Cidadão Araçatuba

21 de abr de 2012

Walt Disney, que nada! Lobato é o cara.

Imagem retirada da internet.

“Livro é sobremesa: tem que ser posto debaixo do nariz do freguês” -  Monteiro Lobato.

Ultimamente tenho observado os programas que minha filha de 5 anos assiste. Como toda criança da sua idade a televisão e os DVD´s fazem parte da sua vida quando descansa após a sua agitada rotina educacional. Recentemente ela começou a ler e escrever. Percebi que um mundo novo despontou para ela.

Como a maioria das meninas de sua idade, princesas, rainhas, e contos de fadas fazem parte de seu mundo imaginário. Convivem harmoniosamente nesse mundo: Barbie, Rapunzel, Jasmine, Branca de Neve entre outras. 

Recentemente ela descobriu o desenho animado do Sítio do Pica Pau Amarelo que está atualizadíssimo e fiquei com a impressão que esse também caiu no gosto dela. 


Assistindo com ela um episódio, me fez ter a idéia de falar um pouco desse grande escritor que foi Monteiro Lobato. Não há a intenção de fazer uma biografia pois nem tenho conhecimento para tanto, mas traçar algumas poucas linhas daquilo que penso, pelo que pesquisei e li. 

Muitos pais na minha faixa etária assistiram o Sítio de Monteiro Lobato e tivemos o privilégio de vê-lo em sua versão original (Rede Globo - 1977 á 1986). Eu o assistia religiosamente.

Esse saudosismo pode ser jusitificado pela certeza de que essa geração que aí está perdeu mensagens significativas que com certeza contribuiriam muito para a formação do seu caráter. Hoje são fruto de um consumismo sem fim onde infelizmente o ter é melhor do que o ser. 

Naquela época tínhamos uma visão infantil e simplória das coisas.Simplória no bom sentido, claro.

No novo seriado (agora em desenho animado) os personagens continuam os mesmos, mas a temática mudou muito, atualizando-a para o contexto atual, afinal as crianças mudaram e com a introdução de novas tecnologias no campo não poderia ser diferente. Muito embora saiba que o público alvo são as crianças das àreas urbanas e que algumas não conhecem as àreas tidas como “rurais”. A obra com as atualizações ficou melhor? Acredito que não. Essa é a minha opinião pessoal, mas acredito que para fazer uma análise mais apurada os profissionais da educação sejam os mais qualificados para fazê-la.:

Lobato continua contemporâneo principalmente quando lido em suas obras originais, pouco valorizado pela mídia em geral acredito, mas com obras e feitos impecáveis. 

Dono de um senso único, visionário, empresário, advogado, cidadão atuante, nacionalista de carteirinha como poucos pôde exercitar a sua cidadania de forma tão apurada e intensa que ousou desafiar até os generais dos nossos governos militares. 

Avesso a bajulações e trocas, conquistou seu espaço desafiando conceitos e "forças políticas" e conseguiu  imprimir seu nome na vida nacional. 


Escreveu magistralmente sobre o “caipira” que conhecia.

“A Verdade nua manda dizer que entre as raças de variado matiz, formadoras da nacionalidade e metidas entre o estrangeiro recente e o aborígine de tabuinha em beiço, uma existe a vegetar de cócoras, incapaz de evolução, impenetrável ao progresso. Feia e sorna, nada a põe de pé. Pobre Jeca Tatu! Como é bonito no romance e feio na realidade! Jeca Tatu é um Piraquara do Paraíba, maravilhoso epitome de carne onde se resumem todas as características da espécie. O fato mais importante da vida do Jeca é votar no governo. A modinha, como as demais manifestações de arte popular existente no país, é obra do mulato, em cujas veias o sangue recente do europeu, rico de ativismos estéticos, borbulha d´envolta com o sangue selvagem, alegre e são do negro. O caboclo é soturno. Não canta senão rezas lúgubres. Não dança senão o cateretê aladainhado. O caboclo é o sombrio Urupê de pau podre a modorrar silencioso no recesso das grotas. Bem ponderado, a causa principal da lombeira do caboclo reside nas benemerências sem conta da mandioca. Talvez sem ela se pusesse de pé e andasse. Mas enquanto dispuser de uma pão cujo preparo se resume no plantar, colher e lançar sobre brasas, Jeca não mudará de vida. O vigor das raças humanas está na razão direta da hostilidade ambiente. Se a poder de estacas e diques o holandês extraiu de um brejo salgado a Holanda, essa joia de esforço, é que ali nada o favorecia.!” – Monteiro Lobato

Em uma conferência em 1919 sobre a Questão Social e Política no Brasil, durante a útima eleição presidencial que disputou, Rui Barbosa disse sobre Monteiro Lobato:

“Conheceis, por ventura, o Jeca Tatu, dos Urupês, do Monteiro Lobato, o admirável escritor paulista? Tivestes, algum dia, ocasião de ver surgir, debaixo desse pincel de uma arte rara, na sua rudeza, aquele tipo de uma raça, que, "entre as formaduras da nossa nacionalidade", se perpetua, "a vegetar, de cócoras, incapaz de evolução e impenetrável ao progresso"?! 


Em 18/04 estaria completando 130 anos. Astro de grandeza maior, escritor que pode como poucos entender e divulgar aquilo que tinhamos de sobra: simplicidade. De forma sutil, criticava a política criando personagens que tinham o poder de maravilhar as crianças, mas que os adultos podiam reconhecer neles características de pessoas vivas e atuantes na vida política nacional. 



A eugenia defendida por ele encontra eco em alguns setores da sociedade até os dias de hoje. Algumas pesquisas (sérias) apontam para a definição de raça como parâmetro para medir a capacidade de algumas sociedades. 


Acredito no potencial humano individual, o que teoricamente nada tem a ver com a definição de raça e ver sim com a personalidade e o grau de comprometimento da pessoa com aquilo que faz, ou  se propõe a fazer. Quando em alguma sociedade tem a "sorte" de juntar muitos indivíduos como esses juntos,com certeza aquela sociedade prosperará.

Poderia compará-lo com grande escritores nacionais, mas optarei por citar outro “grande” mestre admirado pela meninada pelos seus filmes infantis e agora, falo de Walter Elias Disney. Pode soar discrepante, mas ao meu ver não é! 

Disney apesar de não concorrer diretamente com Lobato na literatura infantil  acabaram pos disputar o mesmo filão. Um fazendo filmes e outro escrevendo para o mesmo público que assistia aos filmes a diferença porém é que a obra infantil de Lobato pela qualidade saltou dos livros para as telinhas. 

Alguns personagens de Walt Disney foram criados para “lutarem” contra o mal, fazendo crer que, para cada mazela mundial os americanos teriam um jeito. Afinal ainda não entendi: quem são os maiores inimigos dos EUA? 

Vamos ao que interessa: As boas escolas ainda falam e enaltecem a obra de Lobato e isso é muito bom. As nossas crianças tem que entender que toda essa evolução tecnológica e o modo de vida atual começaram de maneira simples, como é simples a vida no campo. Como eram simples as brincadeiras das crianças antigamente. Como foi simples brincar com uma boneca de pano, brincar de carrinho, pular corda, jogar amarelinha. Essa simplicidade pode voltar a surpreender. 

Talvez não essa geração que hoje “clica”, que “downloudeia”, que “posta”, que “curte”. 

Muitos deles ainda não tiveram tempo de saber o que perderam! 


A vida é cíclica quem sabe agora com Lobato na era da tecnologia não desperte nas crianças o interesse de tentar entender como essa história contada hoje começou. 


Quem sabe...




Curioso? Quer saber mais sobre Lobato? Clique nesse link: Fonte:http://pt.wikipedia.org/wiki/Monteiro_Lobato

2 comentários:

Yolanda Hollaender disse...

Ótima postagem, amigo Paulo!
Lembro-me quando eu ficava sentada à janela de meu quarto, com um dos livros da Coleção de Monteiro Lobato. Eu viajava nas histórias do Sítio do Picapau Amarelo, pois morava em apartamento. Então, eu me via no cenário descrito naqueles textos. Talvez porisso é que morei por quase três anos na roça, quando vim para o interior...
Um forte abraço,
Yolanda

Cidadão Araçatuba disse...

Olá Yolanda tudo bom? Veja só tinha me esquecido como o escritor Monteiro Lobato tinha sido útil ao nosso país. Redescobri e achei oportuno falar sobre ele, um exemplo de cidadania. Abração!

Postar um comentário

Comente, discuta, reflita, sua opinião é muito importante!.

Blogueiros unidos participam e divulgam!

Blogueiros do Brasil
Cia dos Blogueiros

Clique, conheça nossa história.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seguidores diHITT

Seguidores

Leve o Cidadão com você!


Total de visualizações desta página.

Plágio é crime! Quer copiar? Não custa nada pedir, obrigado!

IBSN: Internet Blog Serial Number 21-08-1966-11