Inscreva-se !

Coloque seu e-mail aqui!:

Entregue por:FeedBurner/Cidadão Araçatuba

26 de ago de 2012

Pastelão, tornozeleiras e um monte de coisas inúteis.

Imagem retirada da internet, link na mesma.

Editorial veiculado no Folha da Região em: 15/08/2012 intitulado “Saídas temporárias para exercitar a criminalidade” caiu como uma bomba de efeito moral em minha mente. Como somos tolos!


Enquanto nos preocupamos em tocar a vida outros pensam em como torná-la pior. 

Esse é o raciocínio correto amigos. Pior do que isso é a falta de participação da sociedade que ainda não aprendeu a cobrar de forma efetiva os nossos governantes, medidas que sejam inteligentes e eficazes para nos proteger dos “amigos do alheio”.


A questão de segurança pública é o calcanhar de aquiles de todos os governos. 

Muitos políticos se elegem carregando essa bandeira, mas depois de eleitos pouco ou quase nada é feito. A questão como bem sabemos é estrutural. Prender não adianta. Prendendo o próprio sistema prisional transforma a grande maioria dos presos recém chegados em "alguma coisa" muito pior do que eles eram. Via de regra um ou outro se salva, paga pelo crime e volta "melhor" para a sociedade, afinal não podemos generalizar.

São esses os meios mais fáceis encontrados pelo governo se fazer presente perante a sociedade. Até porque, precisam demonstrar onde os milhões de reais arrecadados em impostos são aplicados. 

Afinal onde sãoNa nossa falida segurança pública. Reparam em quem assume a pasta de segurança pública? Na maioria da vezes e um militar ou ex militar. Porque?

Por que o senso comum diz que ele deve saber muito sobre segurança o suficiente para poder administrar essa pasta. 

Vejam o contrasenso: Dizemos que a policia de forma geral carece de preparo material, humano e psicológico, como podemos imaginar que esse camarada saído desse meio pode ser bom a ponto de gerenciar uma pasta tão estratégica e complexa como é a de segurança pública? Você pode pensar: - Mas ele é treinado no meio. Respondo: será?

A palavra chave amigos é: Educação. Preventiva, efetiva e eficaz.

Mas o que vemos? A educação ser desmontada gradativa e lentamente e cada vez mais caminhar para a falência total. 

Investir nos pequenos desde a educação infantil, é o caminho. Tornando-os através de uma educação múltipla  seres pensantes e isso se faz emergencial. Formar cidadãos  e não robôs!  

Pequenas atitudes, grandes mudanças. Tem que ter culhões para enfrentar esse problema, mas nossa classe política troca algumas consoantes e culhões tornam-se bilhões. Muito mais gostoso ouvir bilhões não é? Culhões não!

Quanto não deve ter custado o “brinquedinho” chamado tornozeleira?

Um pequeno e "ínfimo" detalhe: porque dar liberdade aos "reeducandos" em datas específicas sob a desculpa de “bom comportamento”. Foi o bom ou o mau comportamento que levou o sujeito à cadeia?

Todos tem direito a uma segunda chance? Sim todos têm. Quem paga então pelo prejuízo moral e material aqueles que foram roubados, assaltados, estuprados, mortos? Tenha a santa paciência! 

O Problema persiste e não vejo nem a longo prazo possibilidade de existir uma luz no final desse túnel!

Os governos precisam rever os modelos e para que isso aconteça o clamor da população deve ser intenso.


Não adianta gastar milhões em presídios outros tantos em assistência social assistencialista e burra, totalmente inócua, se a educação que é a base de tudo fica esquecida, relegada a segundo plano. Entenda-se por educação ações pedagógicas eficazes e não reforma ou ampliação de prédios ok!? 


Mas educar leva a libertação do indivíduo. Quantos políticos gostariam de estar ajudando a formar uma sociedade culta e preparada se para alguns deles o ideal é que ela seja burra e servil. 

E não se ela não for quem o servirá? O “x”está aí!

Imagina quanto não custa essa belezinha e veja quanto tecnologia tem.




“A política está em tudo mas o poder está em você”. 

1 comentários:

Atena disse...

Grande texto! Assino embaixo.
Realmente a educação não anda no nosso país exatamente pelo motivo que você colocou. É muuuuuito mais fácil ser eleito (para encher os bolsos) quando a população é ignorante.
Continuo afirmando que é preciso também colocar no currículo da escola fundamental a matéria: cidadania. Isso já ajudaria um pouco.
abração

Postar um comentário

Comente, discuta, reflita, sua opinião é muito importante!.

Blogueiros unidos participam e divulgam!

Blogueiros do Brasil
Cia dos Blogueiros

Clique, conheça nossa história.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seguidores diHITT

Seguidores

Leve o Cidadão com você!


Total de visualizações desta página.

Plágio é crime! Quer copiar? Não custa nada pedir, obrigado!

IBSN: Internet Blog Serial Number 21-08-1966-11