Inscreva-se !

Coloque seu e-mail aqui!:

Entregue por:FeedBurner/Cidadão Araçatuba

10 de jun de 2012

Causos

Pancadão Competição de som.
Outro dia, parado em um sinaleiro estacionou ao meu lado um rapaz que aparentava ter seus 20 e poucos anos dirigindo sua incrementada saveiro preta. Pelo estado de conservação percebia-se que era semi nova,              e não se fazendo de rogado, despejou seu lixo sonoro em todos os motoristas que aguardavam o sinal abrir.

Digo nossos pois a quantidade de motoristas naquele cruzamento é  grande pois trata-se de uma rua cujo fluxo de carros nos leva a uma outra avenida também muito movimentada.

Sou eclético e vou do pop ao rock do samba à música popular sem problemas, mas aquele som...

Eu quero tchu, eu quero tcha 
Eu quero tchu tcha tcha tchu tchu tchaTchu tcha tcha tchu tchu tcha...

Fala sério!

Essa música, o calor do dia, o sinaleiro que não abre... quem aguenta?

O sinaleiro nessas horas não fica verde e a presença de um guarda de trânsito naquele momento é algo imprescindível, mas cadê o policial? 

Nesses poucos, mas infindáveis minutos muitos pensamentos vieram à minha cabeça, mas a civilidade me impedia de colocá-los em prática.


Até olhei algumas vezes para o infeliz para ver se ele se “tocava”, mas jovens tem problemas com mensagens faciais, estão acostumados a telas de computador além do que ele parecia gostar muito da música...  

Eu quero tchu eu quero tcha, tcha...

Nada contra a “música” afinal a rapaziada considera ela muito boa dançante e esses modismos custam a passar. A parte boa é que passam! 

Acredito que combinação da letra com a música é que causam esse furor na rapaziada. Hoje em dia é normal não dizer absolutamente nada e o outro entender. Vai entender!

Se bem que entendo por música algo melódico cuja letra nos faz pensar, onde podemos viajar e soltar a imaginação o que convenhamos com tchu e tcha não é o caso.

Consegui me livrar do inferno musical pois finalmente o sinaleiro abriu, lembrei-me de uma reportagem em um jornal local que trazia uma matéria informando que a P.M tem multado e em alguns casos até apreendido esses "trio elétricos individuais" ainda chamados de automóveis.

No caso em questão, ponto para a saveiro e seu condutor que saíram ilesos, afinal não foram abordados por nenhum policial até aonde pude acompanhar.

Fica a pergunta: porque é que o ser humano acha que pode compartilhar tudo? Criaram as redes sociais nesse intuito e pelo jeito alguns tentam criam uma outra modalidade de compartilhamento a Merda-do-som-no-carro-book!

O camarada aumenta o som no máximo acreditando ser a inspiração musical para toda a coletividade ao seu redor e com essa atitude acha que nós temos a obrigação de até fazer "joinha" como se estivéssemos realmente gostando daquela experiência!

Existem as competições que são eventos próprios, direcionados a um público específico e lá, mede-se a POTÊNCIA do som. Mas no dia-a-dia com esse trânsito caótico? A potência dom som é digamos totalmente dispensável!

Vou sugerir a esses jovens que adoram compartilhar no trânsito suas músicas que se tranquem em suas garagens e coloquem o som dessas geringonças automotivas no máximo e fiquem lá por horas. Se não precisarem de uma leucotomia depois disso, até aceito compartilhar desses modismos. 

Anexo I
 Resolução 204 – Contran 20/10/2006.
-Artigo 228 Código de Trânsito Brasileiro.
Nível de Pressão Sonora Máximo - dB(A)
Distância de medição (m)
104
0,5
98
1,0
92
2,0
86
3,5
80
7,0
77
10,0
74
14,0

8 comentários:

Rita Lavoyer disse...

Paulo, "trio elétrico individual" foi demais!

Já questionei esses barulhos dos jovens e as músicas de suas preferências.
Vamos à minha conclusão, digamos que... doméstica.

Você não ouve um erudito num ,com som altíssimo, circulando pelas avenidas. Não, jamais ouvirá um Mozart,Bach,Chopin,Verdi, Villa-Lobos, entre outros e outros...numa saveiro preta, numa Hilux, numa S-10, e outros desse tipo.

A que conclusão cheguei, via doméstica mesmo

Os clássicos acalmam, reorganizam e equilibram o organismos, encaixando espírito e corpo, proporcionando ao indivíduo um estado homeostático, dando-lhe prazer a partir da segurança. Segurança primeiro, prazer depois

Com essas batidas sonoras a que os nossos jovens recorrem,esses tum tum tum tum, os batimentos cardíacos se alteram, liberando adrenalidas e outros hormônios do prazer em quantidade maior, Uhhhhh! o que acontece?

O jovem, através desse recurso sente segurança, que lhe dá prazer pela euforia causada pelo derrame excessivo de adrenalina no corpo. Vê como há uma inversão? Prazer primeiro, aqui a segurança fica submetida a tal subterfúgio.
Cada um faz uso da droga que tem.

Você já participou de um churrasco ouvindo Richard Clayderman?

Faça o teste, não vai conseguir saborear a picanha se a linguiça for servida primeiro.
KKKKKKKKKK

E você acha que os fabricantes/vendedores que colocam essas músicas no mercado não sabem do que eu estou falando? Isso é grave!

Lucélia Muniz França [LUTO] disse...

CAMPANHA “PARADA PELA VIDA”
Acesse o link e confira a postagem sobre a Campanha!!!
http://luceliamuniz.blogspot.com.br/2012/06/campanha-parada-pacto-nacional-pela.html
Grande Abraço!!!

Cidadão Araçatuba disse...

Churrasco com Richard Claydeman? Adorei Rita! rs...
Os caras que criam essas "músicas" com certeza sabem do que você comentou, mas até para fazer (ou no caso ouvir) porcaria tem hora não é?
Abração e obrigado pela visita!

Cidadão Araçatuba disse...

Oi Lucélia! Estou passando por lá.
Abração.

Atena disse...

Ri ,muito enquanto lia, mas não de seu infortúnio. Eu Odeeeeio esses "trios elétricos" (adorei sua definição).
Agora, o pior , o pior mesmo, é quando eles passam na frente da nossa casa durante a madrugada. Aí dá vontade se sair da cama de arma em punho (se eu tivesse uma).
Tenho um grande consolo: esta é uma geração de futuros velhos surdos. Ai eles vão pagar o que fizeram aos demais quando jovens.
abraços e minha solidariedade. rsrs

Cidadão Araçatuba disse...

Passar em frente de casa estressa mesmo. Dá muita raiva, o pior é a cara de satisfação do danado ! rs... Se ficarem surdos aí então o bicho pega. Abração,obrigado pela visita.

Agregador Teia disse...

Olá.
Seu blog é muito legal,gostei,parabéns.
Até mais

A. J. Cardiais disse...

Realmente, esses "trios elétricos individuais" incomodam muito. O pior de tudo são a musicas. Rita Lavoyer falou em musica erudita. Realmente, uma musica erudita, por mais alto que esteja,não incomoda tanto os ouvidos. Ela é sempre suave. Um abraço

Postar um comentário

Comente, discuta, reflita, sua opinião é muito importante!.

Blogueiros unidos participam e divulgam!

Blogueiros do Brasil
Cia dos Blogueiros

Clique, conheça nossa história.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seguidores diHITT

Seguidores

Leve o Cidadão com você!


Total de visualizações desta página.

Plágio é crime! Quer copiar? Não custa nada pedir, obrigado!

IBSN: Internet Blog Serial Number 21-08-1966-11